Home > Notícias

Yahoo descartará dados pessoais de internautas depois de três meses

Empresa disse que vai apagar informações obtidas a partir dos mecanismos de busca e que permitam identificar os usuários.

IDG News Service/Reino Unido

17/12/2008 às 12h38

Foto:

O Yahoo disse nesta quarta-feira que vai descartar a maioria dos dados coletados a partir das pesquisas feitas por internautas depois de três meses - uma medida que pode pressionar os competidores a fazer o mesmo, por causa de preocupações com a privacidade. Antes, o Yahoo mantinha os dados armazenados por até 13 meses.

Um grupo da União Européia recomendou que os mecanismos de busca descartassem os dados depois de seis meses. A recomendação foi endossada por especialistas em proteção de dados de 27 países do bloco econômico.

Especialistas disseram que os internautas podem ser identificados com base nos termos que pesquisa pela web. Além disso, o número IP das conexões com a internet pode ser usado para determinar o provedor de acesso do usuário, assim como sua localização geográfica aproximada.

O Yahoo disse que quer iria "anonimizar" seu banco de dados, ou seja, eliminar os dados pessoais das pesquisas feitas, de modo que os internautas não possam ser identificados. A empresa disse que alguns dados serão mantidos por motivos relacionados com segurança e fraude online.

As empresas costumam manter esses dados para observar o comportamento dos internautas e criar novos produtos a partir disso. O Google disse em setembro que descartaria os dados dos internautas depois de nove meses - antes a empresa mantinha os dados de pesquisa por até 18 meses. A Microsoft armazena as informações por 18 meses, mas disse que pode reduzir o período para seis meses, caso a concorrência faça a mesma casa.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail