Home > Notícias

Yahoo reforça conversas com Google buscando alternativas à Microsoft

Yahoo tem interesse em entregar seus negócios de anúncios em buscas para o Google para aumentar sua receita, diz Los Angeles Times.

Por Computerworld/EUA*

08/02/2008 às 11h15

Foto:

O Yahoo está reforçando suas conversas com o Google em busca por alternativas à oferta de compra de 44,6 bilhões de dólares feita pela Microsoft, segundo o Los Angeles Times.

Segundo o Times, executivos afirmaram que o Yahoo tem interesse em
entregar seu negócio de anúncios em buscas para o Google. Isto
significaria que o Google colocaria publicidade nas páginas de busca do
Yahoo e que as empresas compartilhariam a receita gerada com ela. Esta
estratégia cortaria custos do Yahoo.

Mais sobre Microsoft e Yahoo:
> Especial: tudo sobre o acordo

Como a combinação da Microsoft com o Yahoo deve tomar uma parte do
mercado de anúncios online do Google, o gigante das buscas está fazendo o
que pode para impedir o acordo
, argumentando com questões antitruste.

Analistas afirmam que o Google não poderia tentar comprar o Yahoo, pois o acordo não passaria por grupos regulatórios.

Uma fonte familiar com o acordo disse que “Jerry está muito motivado. O
Google é super competitivo, e quer fazer o impossível para impedir que
a Microsoft conquiste mais mercado.”

Em um e-mail registrado junto à Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos, o Chief Executive Officer (CEO) do Yahoo, Jerry Yang, afirmou aos funcionários que os diretores estavam “avaliando uma série de estratégias alternativas neste cenário complexo. Contratamos conselheiros competentes para nos auxiliar neste momento”, diz.

++++
O LA Times informou que o Yahoo contratou os bancos de investimento Goldman Sachs & Co. e o Leham Brothers Inc. para avaliar suas opções.

Segundo a IDC, um acordo entre as empresas cria um “desafio à hegemonia do Google. Hoje, o Yahoo e a Microsoft detém 22,7% do mercado de publicidade online nos Estados Unidos, em contraste com os 32,5% do Google, diz o levantamento.

Na área de anúncios gráficos (banners e outras publicidades visuais), por exemplo, a soma da participação da Microsoft com a liderança do Yahoo será difícil de bater, diz a IDC. Além disso, o crescimento do Yahoo pode ser impulsionado pela aquisição planejada pela Microsoft da Fast Search & Transfer ASA, por 1,2 bilhão de dólares.

“Se considerarmos a combinação Microsoft-Yahoo-Fast, faz sentido que a Microsoft comece a vender middleware ou softwares de infra-estrutura às empresas que desejam monetizar sua audiência e conteúdo”, considera a pesquisa.

O Google afirmou não ter comentários a respeito da notícia do jornal, e
o Yahoo não foi encontrado para comentar sobre o assunto.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail