YouTube quer contratar gerentes para lidar com conteúdo político

Novas vagas vêm na esteira de acusações de que o YouTube censura conteúdo político de extrema direita e teorias conspiratórias

https://pcworld.com.br/youtube-quer-contratar-gerentes-para-lidar-com-conteudo-politico/
Clique para copiar

O YouTube está contratando dois gerentes para trabalhar especificamente com youtubers que possuem uma orientação tanto progressiva quanto conservadora. Vagas para tais posições foram abertas no LinkedIn da companhia e são para assumir posições no escritório em Nova York e em San Bruno (CA). As informações são do The Verge.

A busca por preencher as novas vagas vem na esteira de acusações que o YouTube enfrenta por, supostamente, censurar conteúdo político de extrema direita. Ao mesmo tempo, a plataforma de vídeos do Google tem concentrado esforços para barrar o alcance de teorias da conspiração.

As postagens das vagas indicam que os novos gerentes terão como responsabilidade se concentrar em “aconselhar os parceiros sobre estratégias de desenvolvimento de canais do YouTube e representar o cenário de editores políticos dentro da organização”.

Os gerentes também devem “resolver problemas” e “organizar programas e eventos para ajudar criadores de conteúdo político a utilizarem o YouTube da melhor forma possível”.

O The Verge lembra que, no começo de 2018, diversos youtubers conservadores ameaçaram deixar de publicar na plataforma acreditando que o YouTube estaria fazendo uma “limpeza” de conteúdo político conversador. Entre estes youtubers é possível encontrar defensores armamentistas e canais de conteúdo conspiratório.

Robert Kyncl, executivo da plataforma, disse em maio do ano passado, durante entrevista ao The Hollywood Reporter que a empresa não pretende estar de um ou de outro lado. “Nossa mensagem é que estamos absolutamente inclinados à liberdade de informação e liberdade de expressão, sujeitos às nossas diretrizes comunitárias”, confirma o executivo.

A decisão do YouTube de contratar gerentes para atuar como ponte de contato entre criadores conservadores e progressistas deve ajudar a solucionar o problema que os criadores dizem não ser ouvidos.

 

 

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site